29/02/2016

Câmara da "perto de zero" ao governo do PT e é mal avaliado por internautas


O governador de Pernambuco , Paulo Câmara (PSB), que recentemente ficou em oitavo  lugar em uma pesquisa que avaliou governadores de 13 estados brasileiros, resolveu avaliar o governo do PT nacional , em entrevista à Rádio Cultura de Serra Talhada, segundo o Blog do Jamildo Melo.

"Sobre a gestão do PT a nível nacional, Câmara destacou o baixo crescimento econômico do País e deu nota ‘perto de zero’ para o governo Dilma.”O Brasil precisa voltar a andar e a crescer. Eu não aprovo. Dou uma nota baixa porque o Brasil parou, uma nota menos de 5, perto de zero”, disse Câmara."

Quando a matéria foi compartilhada  na rede social Facebook, internautas de todos os partidos e apartidários, resolveram dar seu recado ao governador.



A deputada filha de ex-escrava que inspira o movimento negro no Brasil


Uma catarinense filha de uma escrava liberta começa aos poucos a ser “redescoberta” nacionalmente como ícone do movimento de mulheres negras. Antonieta de Barros foi a primeira parlamentar negra brasileira, eleita em 1934.
Educadora, jornalista e política, Antonieta junta em sua trajetória, na primeira metade do século 20, três bandeiras caras ao Brasil do século 21: educação para todos, valorização da cultura negra e emancipação feminina.
A história de Antonieta inspira movimentos negros e de mulheres em Santa Catarina, onde nasceu, mas aos poucos chega a outros cantos do País.
O documentário Antonieta, da cineasta paulista Flávia Person, lançado no fim de 2015 em Florianópolis, tem previstas várias exibições em março, quando se comemora o mês da mulher. E leva o nome de Antonieta de Barros o prêmio nacional para jovens comunicadores negros criado pela Secretaria da Igualdade Racial do governo federal.
Nascida em 11 de julho de 1901, Antonieta foi a primeira mulher a integrar a Assembleia Legislativa de Santa Catarina e é reconhecida como a primeira negra brasileira a assumir um mandato popular.
Sua mãe, escrava liberta, trabalhou como doméstica na casa do político Vidal Ramos, pai de Nereu Ramos, que viria a ser vice-presidente do Senado e chegou a assumir por dois meses a Presidência da República.
Por intermédio dos Ramos, Antonieta entrou na política e foi eleita para a Assembleia catarinense em 1934, dois anos depois de o voto feminino ser permitido no país – acontecimento que acaba de completar 84 anos.
Fonte: Último Segundo

28/02/2016

Marília se filia ao PT na quinta-feira

       Foto: Wilfred Gadêlha/Divulgação

Agora é oficial. Após oficializar a sua saída do PSB na última sexta-feira 26, a vereadora Marília Arraes vai se filiar, na próxima quinta-feira 3, ao Partido dos Trabalhadores. O ato será realizado na Câmara de Vereadores do Recife, depois que a vereadora teve sua ficha de filiação abonada por ninguém menos que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, neste sábado 27, durante as festividades dos 36 anos do PT, no Rio de Janeiro.
A ficha de filiação ao PT foi assinada por Lula diante de cerca de milhares de pessoas presentes à festa realizada em um armazém na zona portuária do Rio. Anunciada pelo presidente nacional do partido, Ruy Falcão, Marília foi ovacionada pelo público, antes do discurso de Lula. Durante o ato, o nome do ex-governador Miguel Arraes, avô da vereadora, foi gritado pelos petistas.
"Estou muito feliz com toda a recepção da militância petista e mais disposta ainda a continuar no caminho da esquerda e lutar para a consolidação de todas as conquistas sociais alcançadas até agora", disse Marília logo após o ato, ao lado do presidente estadual do PT, Bruno Ribeiro.
Na quinta-feira, a filiação de Marília será oficializada, contando com a participação de lideranças petistas do Estado, como o senador Humberto Costa, o superintendente da Sudene, João Paulo, Ribeiro e o presidente municipal da legenda, Oscar Barreto, além do ex-presidente do PSB, Roberto Amaral.



27/02/2016

As opções partidárias de Marília Arraes


Antes de decidir-se pelo PT, Marília Arraes examinou outras opções, mas não sentiu segurança em nenhuma delas. O PDT seria uma hipótese, mas seu presidente regional, Wolney Queiroz, é aliado do prefeito do Recife. Já os partidos nanicos foram todos descartados porque têm “dono” em nível nacional e os dirigentes regionais não têm governança sobre eles. Por exclusão restou o PT, com todo o desgaste que a sigla acumula em razão do escândalo da Petrobrás.
O PT tem 04 representantes na Câmara Municipal do Recife: Henrique Leite, Jurandir Liberal, Jairo Brito e Osmar Ricardo. Passará a ter cinco com a chegada de Marília Arraes, cuja filiação está prevista para o próximo dia 3, às 18h30, no recinto da própria Câmara. Convidado, o ex-presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, comparecerá se houver brecha na agenda.
Fonte: Coluna Fogo Cruzado

Saiba como funcionam os poderes Legislativo e Executivo de sua cidade




Poder legislativo: É composto pelos vereadores que têm como função modificar ou manter leis antigas e/ou criar novas leis. Os vereadores também têm o dever de fiscalizar o trabalho da Prefeitura. As leis também podem ser propostas pelo poder executivo e até pelos cidadãos, mas será preciso que os vereadores aprovem a lei .

Poder executivo: É formado pelo prefeito , seus secretários  e  funcionários públicos concursados e fixos e outra parte é indicada pelo prefeito e exercem cargo comissionado. A administração municipal é aquela que, de fato, “põe a mão na massa” e presta os serviços para os cidadãos. No entanto, é importante lembrar que devem cumprir leis que definem como deve ser feito o trabalho e como deve ser gasto o dinheiro. Para administrar melhor a cidade, o prefeito e seus secretários podem propor novas leis que são analisadas pelos vereadores que podem aprová-las ou não.
     
Um município pode fazer suas próprias leis, desde que estas não entrem em conflito com as leis    estaduais ou federais. Por outro lado, alguns assuntos só podem ser decididos por uma de determinada esfera de governo. Os limites de ação governamental dos municípios estão definidos na Constituição Brasileira.

a. Lei orgânica do município. Assim como o país e os estados, a cidade também tem sua própria “constituição”, que é a lei orgânica do município. É uma lei mais geral, não tem muitos detalhes e é mais difícil   de modificar.
b. Lei complementar: A palavra “complementar” refere-se à lei orgânica. Uma lei complementar explica melhor, dá mais detalhes e complementa um ou mais artigos da lei orgânica. Ela não modifica a lei orgânica.
c. Emenda: A emenda visa a modificar a lei orgânica.
d. Lei ordinária: É o ato normativo comum, ou apenas “Lei”, que não interfere na Constituição mas não pode estar contrária a ela. Para ser aprovada precisa de maioria simples (50% + 1 dos presentes) de votos favoráveis.
e. Lei orçamentária: é um projeto que o poder executivo envia à Câmara sobre como devem ser gastos os recursos do município. Os vereadores analisam o documento, geralmente propõem modificações e, depois de aprovada, a lei vale para todo o ano seguinte.
f. Decreto: São atos administrativos da competência exclusiva do Prefeito, destinados a resolver situações gerais ou individuais, que estão mais ou menos previstas na lei. O decreto não pode entrar em conflito com leis (a não ser que substituam um outro decreto).
g. Portaria: é o instrumento pelo qual os secretários municipais ou outras autoridades expedem instruções sobre a organização prática e funcionamento de serviços públicos. 

Comissão Parlamentar de Inquérito, ou CPI, que tem função investigativa. Mas a CPI é só um tipo de Comissão Parlamentar, que nada mais é do que um grupo de legisladores ( vereadores), que se reúnem para estudar a fundo um tema específico. As comissões podem ser temporárias ou permanentes.

Os números mínimo e máximo de vereadores em uma cidade são definidos pela constituição federal. A quantidade exata é definida pela lei orgânica do município, respeitando o que diz a constituição.

O número de vereadores deve ser proporcional à quantidade de habitantes do município. 

A Constituição estabelece que em cidades de até 1 milhão de habitantes haja no mínimo nove e no máximo 21 vereadores. Em cidades com população entre 1 e 5 milhões, deve haver no mínimo 33 e no máximo 40 vereadores. Já nas cidades com mais de 5 milhões de habitantes, o número de vereadores mínimo é de 42 e o máximo, de 55. 

A quantidade de vereadores de cada cidade é estabelecida pela Lei Orgânica do município. Nela, a Câmara Municipal estipula o número de vereadores que terá a cidade, sempre, é claro, respeitando os limites impostos pela Constituição.


Fonte: www.guiadedireito.org

26/02/2016

Conta de energia vai ficar mais barata



Do NE 10

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, anunciou nesta quinta-feira, 25, que a conta de luz trará a bandeira verde a partir de 1º de abril, e as tarifas de energia deixarão de ter a cobrança extra. Com isso, os consumidores terão uma redução de 6% a 6,5% na conta de luz, disse o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino.

O fim da cobrança extra na conta de luz será possível porque o governo decidiu desligar mais 15 usinas térmicas no início de março, o equivalente a 3 mil megawatt (MW). Sem esses empreendimentos, será possível poupar cerca de R$ 8 bilhões por ano.


De acordo com Braga, a queda do consumo de energia, a operação de novas usinas e o aumento do nível dos reservatórios das hidrelétricas em todo o País permitiram dispensar o uso das termelétricas, que geram energia mais cara. "A tarifa de energia elétrica está efetivamente em viés de baixa", disse o ministro.


25/02/2016

Itamaracá: Paulo Batista é reintegrado ao cargo


O prefeito de Itamaracá, Paulo Batista , PTB, teve sua reintegração ao comando do governo da Ilha, na tarde desta quinta-feira, 25.  O juiz José Romero Maciel de Aquino, julgou inconstitucional o ato da Câmara de vereadores  que suspendeu temporariamente (90 dias) o exercício de seu mandato. 

O retorno de Batista foi comemorado na cidade, com uma grande carreata. Segundo os advogados Nelson Bandeira e Khalil  Gibran , responsáveis por seu retorno, amanhã o prefeito  reinicia  suas atividades normais.

Sindicalistas da CUT gritam "Somos todos Sérgio Moro"


Uma cena inimaginável ocorreu na manhã de ontem, bem cedo, em Brasília. Um caminhão de som do sindicato dos funcionários da Caixa, bancado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), acordou os hóspedes dos hotéis Fusion e Vision, na área central da capital, próxima à Esplanada dos Ministérios.
Os sindicalistas da CUT, ligada ao PT, gritavam “Somos todos Sérgio Moro!''.
O protesto foi em frente ao prédio vizinho aos hotéis, a nova sede luxuosa da Caixa Seguros e Funcef. A turma da CUT disparou críticas aos diretores com palavras de ordem. “Fora diretoria! Não adianta ter diploma em Harvard''.
Coluna Esplanada

Senado debate lei que dificulta libertação de menores detidos

                                      Foto: Folha/UOL
O Senado Federal discute um projeto de lei que pode dificultar a saída de menores infratores de centros de detenção. O texto proíbe a libertação automática do jovem quando completa 21 anos, como determina o Estatuto da Criança e do Adolescente.
O PLS 55/2015 altera a Lei nº 8.069 para prever exame criminológico, aumento do prazo de internação e não liberação para o adolescente ou jovem que está retido por cometer crime hediondo.
A proposta é do senador Otto Alencar (PSD-BA) e a relatoria está com a senadora Ana Amélia (PP-RS).
Leandro Mazzini

24/02/2016

Paulo Câmara "desmonta" o PTB no Agreste Meridional


Segundo o jornalista Inaldo Sampaio, em seu blog, o governador Paulo Câmara está tomando gosto pela política e já participa intensamente da montagem de chapas governistas às eleições municipais. Ele já tinha no seu “staff” o secretário Antônio Figueira (Casa Civil) para fazer esta articulação e reforçou sua retaguarda, na semana passada, ao empossar o engenheiro João Campos, filho do ex-governador Eduardo Campos, na chefia do seu gabinete. 

O gosto pela política ficou demonstrado nas duas incursões feitas nos últimos 30 dias, que resultaram na adesão ao governo de dois destacados deputados estaduais eleitos pelo PTB: Álvaro Porto e Romário Dias. Ambos abandonaram a oposição e se abrigaram no PSD, que é a principal “linha auxiliar” do PSB desde o governo do seu antecessor. Porto e Dias desfalcaram a oposição justamente na região do Estado (Agreste Meridional) em que o senador Armando Monteiro teve ótimo desempenho em 2014 como candidato a governador.

Com os deputados Álvaro Porto e Romário Dias fora do PTB, o único líder do partido no Agreste Meridional passa a ser Izaías Régis, prefeito de Garanhuns e candidato à reeleição. Resta ainda saber, todavia, se ele pretende circunscrever sua liderança ao município ou se deseja expandi-la para outras cidades da região. Porto e Dias já foram escalados por Paulo Câmara para recompor as forças governistas na região a fim de levá-las à vitória em outubro próximo.

Fonte: Inaldo sampaio

Dilma e Lula vão a festa do PT no Rio


Do Coluna Esplanada
A presidente Dilma Rousseff e o ex Lula confirmaram para a direção do PT suas presenças na festa dos 36 anos do partido na noite do próximo sábado no Rio de Janeiro, no Armazém da Utopia, na zona portuária.
Alberto Cantalice, secretário nacional de Comunicação do PT, diz que as festividades serão focadas na trajetória da dupla petista. Artistas e intelectuais simpatizantes do PT vão compor o palanque.

Marília Arraes: "Não vou tolerar ofensas"


A vereadora Marília Arraes , PSB, foi xingada na rede social Facebook, após ter declarado seu posicionamento com relação à nomeação de João Campos, filho de seu primo Eduardo Campos, ex governador de Pernambuco, já falecido.

Através de um perfil com o nome de Gilberto Prado, ela foi chamada de "quenga". Este senhor, reproduziu o link da matéria publicada no blog do Jamildo, com o seguinte comentário: " POR QUE NÃO TE CALAS "QUENGA"?


A vereadora disse que não vai tolerar xingamentos e difamações. Ela procurou a Delegacia de Crimes Cibernéticos e fez uma denúncia.

PT: Não houve caixa 2 em campanhas



A Polícia Federal concluiu que não foram encontradas irregularidades nos pagamentos do PT pelos serviços prestados pelo publicitário João Santana nas campanhas eleitorais da presidente Dilma, do ex-presidente Lula e do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. O relatório foi citado pelo juiz federal Sérgio Moro ao deferir o pedido de prisão de Santana e de sua mulher, Mônica Moura.
De acordo com a PF, as suspeitas em relação ao publicitário e Mônica Moura são referentes a cerca de US$ 7,5 milhões que teriam sido recebidos pelos dois no exterior por meio de uma empresa offshore que seria controlada pela empreiteira Odebrecht.  
No despacho no qual autorizou a prisão dos investigados na 23ª fase da Lava Jato, o juiz federal Sérgio Moro citou os valores do relatório da Polícia Federal e disse que, “ao que tudo indica”, os recursos foram declarados.
Fonte: Último Segundo

23/02/2016

Promoção controversa

                                 Secretário Sebastião Oliveira. Foto: Priscilla Buhr/ JC Imagem

O atual secretário de Transportes, Sebastião Oliveira (PR), nunca se desvinculou do quadro próprio da Assembleia Legislativa (Alepe). Ele é médico analista. Curiosamente, porém, ele foi promovido por merecimento contabilizando o período em que estava em plena campanha de 2014, na qual se elegeu deputado federal. E não precisou de um único formulário de avaliação sobre seu desempenho funcional nessa época, obrigatório para qualquer servidor. A justificativa da Alepe é que ele ter virado secretário já representa “uma avaliação favorável do governador do Estado capaz de respaldar promoção por merecimento.” Ou seja, o cargo dispensaria o formulário mesmo para um período anterior à função atual.                 

Que fique claro: a lei permite a um servidor ser promovido por merecimento enquanto ocupa cargo de chefia da administração direta. A principal controvérsia reside na promoção dele abranger o período de julho de 2014, quando ele não era secretário e durante as eleições, a junho de 2015, isso tudo sem um formulário para respaldar formalmente o seu merecimento.
Fonte: Coluna Pinga Fogo/JC

Grupos no poder há anos, agora PSB e PT reclamam de preconceito


Sabe quando uma coisa não tem nada a ver com a outra, mas tem? É que falar em preconceito está na moda, sejam questões sérias, políticas públicas para as minorias, seja o desvirtuamento e apropriação da palavra pela política. Por absoluta coincidência, em um curto espaço de tempo nós vemos dois exemplos: um local, PSB, e um nacional, PT.
Em Pernambuco, após a forte repercussão da nomeação dos filhos do ex-governador Eduardo Campos (PSB) nas gestões Geraldo Julio e Paulo Câmara, durante evento no fim de semana o partido reagiu. Deu fôlego à tese de que o jovem João Campos, 22 anos, estudante, nomeado como o chefe de gabinete do governador Paulo Câmara, é alvo de preconceito por ser da família Campos. Como se a família ou o grupo político ao qual ela pertence fosse de alguma forma excluído ou limitado de exercer política no Estado.
No plano nacional, nesta terça o PT vai ao ar com o seu novo programa partidário. E chega com a seguinte tese: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, depois de governar o Brasil duas vezes seguidas, eleger e reeleger a sucessora, a presidente Dilma Rousseff (PT), é alvo de preconceito. E não cita escândalos, prisões e investigações.
Estamos em um período tão confuso que vemos surgir uma nova minoria: a dos grupos no poder.
Por Giovanni Sandes/ Pinga Fogo

PT do Recife reúne a sua militância para debater as eleições municipais


Por Inaldo Sampaio
A direção municipal do Partido dos Trabalhadores promoverá ao longo desta semana uma série de reuniões setoriais e temáticas para debater as eleições do Recife.
O partido tem um pré-candidato a prefeito que é o superintendente da Sudene, João Paulo. Mas só irá convocá-lo para a disputa para que conversar com os militantes das áreas de Cultura, Juventude, Desenvolvimento Urbano, Saúde, Educação, LGBT, Combate ao Racismo e Direitos Humanos, além de candidatos a vereador.
A primeira reunião está marcada para a próxima quinta-feira, dia 25, no Morro da Conceição em Casa Amarela.
Segundo o presidente do PT Recife, Oscar Barreto, a finalidade desses encontros “é debater o processo eleitoral, construir coletivamente uma proposta de programa de governo, fazer a avaliação crítica da gestão municipal e preparar nossa base social para a disputa de projetos que se aproxima”.

Socialistas alimentam o sonho de que Daniel será sacrificado


O PSB aprovou resolução mediante a qual candidatura a prefeito nas capitais terá que passar pelo crivo da executiva nacional. É para permitir que em algumas cidades haja margem de manobra no sentido de que candidaturas sejam sacrificadas em favor do PSDB, e vice-versa. 
Os socialistas alimentam o sonho de que Aécio Neves sacrificará Daniel Coelho (PSDB) em favor do prefeito Geraldo Júlio, mas isto parece fora de cogitação.
Fonte: Inaldo Sampaio

22/02/2016

Lula sofre queda em seu eleitorado

                                          Foto: Google foto

A temporada de caça a ex-presidentes da República está custando caro para Lula da Silva. A rejeição do petista aumentou seis pontos desde outubro, segundo pesquisa inédita feita pelo Ibope, divulgada com exclusividade pela Coluna Política do Estadão.

Agora,  61% dizem que não votariam de jeito nenhum, em Lula para presidente. É a maior taxa de rejeição entre os presidenciáveis testados pelo Ibope.

Nos últimos quatro meses, quando a crise econômica se aprofundou e o noticiário imobiliário sobre o ex -presidente se generalizou , o potencial de voto do Lula caiu de 41% para 33%. Hoje, só 1/3 do eleitorado brasileiro diz que votaria com certeza. Dizem que votariam com certeza  19% e  poderiam votar 14%.

Sua maior perda de cacife eleitoral foi no Nordeste, onde, pela primeira vez, em dez anos, o potencial de votos do ex-presidente ( 47% ), se equivale praticamente a sua rejeição 48%.


Fonte: Política Estadão


Marqueteiro do PT com prisão decretada


A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira ,22, a Operação Acarajé - na vigésima terceira fase da Operação Lava Jato-, que tem como alvo central o marqueteiro João Santana, das campanhas do ex -presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente Dilma Rousseff, que teve decretado um mandado de prisão temporária contra ele. A justiça também decretou o mandato de prisão temporária de sua mulher e sócia, Mônica Moura.

A PF cumpre 51 mandados decretados pelo juiz federal Sérgio Moro. São duas prisões preventivas e seis temporárias. O nome da operação "acarajé" é uma alusão ao apelido usado pelos alvos para designar dinheiro.



Fonte: O Estadão



21/02/2016

Igarassu: Moradores denunciam foco de Aedes aegypti


Moradores denunciam que a Construtora Santo Antonio fez escavações com autorização da Prefeitura para retirada de areia, que foi usada na construção de casas do Programa Minha Casa Minha Vida e, não fez a reposição com outro tipo de material, deixando crateras que acumulam águas de chuva e tornam-se criadouros do mosquito Aedes aegypti, causador de várias doenças .

Eles dizem que já procuraram a   Caixa Econômica Federal  ( financiadora do Programa),  a Construtora citada e a Secretaria de Saúde do município, onde ouviu do responsável, que nada poderia fazer. "Isso é com o Ministério Público", disse ele.

A infestação está grande no local, onde quase todos os moradores já foram vitimizados com doenças causadas pela picada do tal mosquito. Eles estão desesperados e fazem apelo para que alguma providência seja tomada.



Esgoto desemboca no mar de Paulista



É público e notório o descaso do governo municipal com as questões ambientais e urbanísticas em Paulista. São constantes as denúncias em redes sociais , emissoras de rádio e televisão. São árvores sendo mutiladas , esgoto a céu aberto, áreas de preservação sendo invadidas , áreas verdes doadas e construções irregulares. Neste vídeo, temos o relato de um morador revoltado.



"Vergonha!

Paulista é o município de Pernambuco, que teve o privilegio de conter em sua extensão 3 praias e um lindo encontro da água do rio com o mar. 

Paulista poderia explorar seu potencial turístico, gerando renda não só para hotelaria, mas todo o ciclo do comercio da nossa cidade principalmente em tempos de crise...

Infelizmente entra gestão e sai gestão e as praias nunca tiveram seu devido valor.
O que encontramos são praias sujas e impropria pra banho.
Vamos dar um basta! Chega! Vamos trazer de volta o que é nosso por direito! 
Esse córrego passa por dentro de Pau Amarelo em direção ao mar... 
É só 1 de vários, próximo ao forte de Pau Amarelo, um "ponto turístico" inclusive 
O CPRH diz claro que a praia lá é impropria para o banho veja ~ http://goo.gl/RMYZXC
Compartilha esse vídeo para ver qual a posição das "autoridades". "

Thiago Andrade

Não foi nomeação, foi intervenção


É de espantar, mas já tinha sido previsto. O grande problema do episódio do filho do ex-governador, o jovem João Campos (PSB), é que não se trata de uma nomeação, mas sim de uma intervenção no governo. Aliás, soube que o jovem Campos é preparado e que tem futuro na política. Mesmo com pouca idade, já tem postura de líder.

A questão é que, de forma transparente, o ato deixa claro a influência descomunal da família do ex-governador sobre o Poder Executivo de Pernambuco. Lembro que, no processo de escolha, eu sempre disse que o PSB indicava Paulo Câmara para ser "governado", e não ser o governador.

Após 13 meses de gestão do Estado, o PSB reconhece que eu tinha razão, pois o atual governador dá demonstrações diárias de que não consegue liderar o governo e sua aliança política, e isso tem acarretado uma série de problemas - administrativos e políticos - na gerência do Executivo, com repercussões graves na vida da população, a exemplo da segurança pública e da saúde.

Em função disso, mesmo com o desgaste político do ato, o PSB colocou o filho do ex-governador para tentar arrumar a casa. Não tenho nenhuma dúvida de que o rapaz terá o papel de influenciar nas decisões do governo. Pode-se traduzir esse papel, de maneira polida, em monitorar, avalizar, endossar, corrigir rumos...

Não tenho dúvida de que eu tinha razão. Ao mandar Paulo Câmara nomear João Campos seu chefe de gabinete, o PSB estabelece uma intervenção no governo. Daí, deduz-se que Paulo Câmara não consegue ser governador, e sim "governado".

Sílvio Costa / Facebook

Mais um pré-candidato a prefeito em Igarassu



Em Igarassu,  hoje (21), foi o dia em que o partido Rede Sustentabilidade realizou seu primeiro encontro de organização e formação da sigla, que teve sua oficialização pelo TSE em novembro do ano passado.

Seus membros dizem que estão a todo vapor para solidificar a estratégia do mesmo. Dizem também, que estão construindo a pré-candidatura de Gilmar Gonçalves para prefeito da cidade.  Gilmar é advogado e atual presidente do Conselho da Criança e Adolescente. Foi conselheiro tutelar por duas vezes e é o criador da Agenda 21 na cidade. 


Paulista: Sindicato dos professores diz que governo mente

O Sinprop, Sindicatos dos Professores do Paulista, em Nota à imprensa, diz que o governo municipal  divulga mentiras em Redes de Televisão, tentando jogar a categoria contra a entidade.

NOTA 
A prefeitura do Paulista de maneira maliciosa e sorrateira tentou, através de uma nota divulgada em seu site oficial, colocar a categoria dos professores contra a diretoria do sindicato e confundir a população. De forma leviana e mentirosa disse que as medidas impopulares que foram tomadas pelo prefeito e seus secretários haviam sido acordadas com o sindicato. A verdade dos fatos é que a prefeitura só voltou a dialogar com o sindicato por força do Ministério Público, mesmo assim somente houve duas reuniões entre prefeitura e o sindicato, sendo esta última que deveria ser em janeiro, desmarcada várias vezes pelo prefeito e posteriormente remarca às pressas logo após o sindicato denunciar publicamente as graves medidas aprovadas pelo prefeito. Durante a última reunião colocamos de forma contundente os pontos da nossa pauta de reivindicação, a falta de diálogo por parte da prefeitura, a maneira sombria em que o projeto de lei foi elaborado e votado às escuras, e a forma inconsequente como PCCV foi alterado. No que toca ao piso salarial nacional dos professores, ao PCCV, reajuste do MEC, e todas as outras questões que envolvem a carreira do professor e sua valorização profissional. O SINPROP sempre se manterá intransigente na defesa dos interesses da categoria e pela qualidade da educação na cidade, desta forma, jamais aprovaria um projeto contrário aos interesses dos professores. Sendo assim, é falsa e mentirosa a nota publicada pela prefeitura de Paulista, tal atitude, infelizmente, demonstra o nível daqueles que tem a responsabilidade de gerir a educação dos filhos da cidade, e mesmo assim não dispensam de meios maquiavélicos, demonstrando desprezo pela categoria, prejudicando uma classe que pela sua nobreza deveria ser uma das mais valorizadas. É com educação que se muda um país e não com mentiras e perseguições.

19/02/2016

Com PSB indeciso, matriarca da família tenta manter legado de Campos


Até há poucos dias num silêncio de luto em respeito à memória do ex-marido Eduardo Campos, a economista Renata Campos decidiu agir ao descobrir a autofagia no PSB de Pernambuco, antes que o partido rache país afora.
O PSB atualmente já se divide em três grupos sobre os rumos da legenda: um quer acolher o governador tucano Geraldo Alckmin, de São Paulo, e lançá-lo a presidente da República; outro pretende retomar aliança com o PT; e uma terceira ala, manter o partido independente como hoje.
Renata não tem cargo na Executiva, mas tem voz e é respeitada pelos pupilos de Campos, Geraldo Júlio e Paulo Câmara, alçados à prefeitura do Recife e ao Governo de Pernambuco, respectivamente, pelas mãos do ex-líder.
Foi de Renata a decisão de inserir na política o primogênito, João Henrique Campos, que estreia como chefe de gabinete do governador Paulo Câmara. João será os olhos da mãe no partido e no Governo, na tentativa de manter o legado que o marido construiu.
A cúpula do PSB de Pernambuco, que também controla a Executiva Nacional, acredita que a matriarca da família vai se inserir gradativamente na Executiva do partido. Mas não se lança na política, porque sua prioridade é cuidar do filho caçula.
Do Coluna Esplanada

18/02/2016

Cristóvam Buarque é PPS



O senador Cristóvam Buarque confirmou sua filiação ao Partido Popular Socialista (PPS), na semana passada. Antes do Carnaval, ele e o deputado Roberto Freire,  presidente da sigla,  se reuniram duas vezes. Freire propõe a candidatura de Cristóvam a presidente da República, mas o senador ainda não tem certeza se disputará eleição.

"Mosquitos" contra ministro custaram R$ 900 ao Solidariedade


Por Leandro Mazzini
Foi o deputado Paulinho da Força (SP), presidente do Partido Solidariedade, quem bancou os atores que se vestiram de mosquito Aedes Aegypti para atazanar o ministro da Saúde, Marcelo Castro, que se licenciou do cargo para votar na escolha do líder do PMDB na Câmara.
Cada um dos seis atores ganhou R$ 150,00 para a performance de algumas horas. Chamaram a atenção, mas 'picaram' só o bolso do Solidariedade.

Prefeita do PSB presa por fraudar licitações


Do Último Segundo
A prefeita da cidade de Monte Horebe, no sertão da Paraíba, foi presa pela Polícia Federal acusada de pertencer a uma quadrilha que fraudava licitações em obras, nesta quinta-feira (18).
A prisão faz parte da segunda fase da Operação Andaime, deflagrada no município de Cajazeiras (PB) com o apoio da Controladoria-Geral da União e do Ministério Público Federal (MPF).
A polícia cumpre mandados de busca e apreensão, de prisão preventiva e de condução coercitiva na região e nos municípios de Monte Horebe, Bonito de Santa Fé e Uiraúna. 
A operação desarticulou organização criminosa que, além de fraudar licitações em obras, fraudava serviços de engenharia executados por 16 prefeituras da região da Paraíba. A prefeita Cláudia Dias era a executora do contrato de coleta de resíduos sólidos por meio de empresas fantasmas. O MPF estima que a organização tenha movimentado mais de R$ 18 milhões em recursos federais.
O empresário Mário Messias Filho, o Marinho, foi denunciado pelo Ministério Público por agir para impedir e dificultar a investigação sobre organização criminosa. Nesta segunda fase são cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão preventiva e dois mandados de condução coercitiva, todos expedidos pela 8ª Vara Federal da Seção Judiciária da Paraíba.
As investigações indicam que os criminosos atuavam, pelo menos, desde 2009, desviando recursos federais por meio de irregularidades em licitações e contratos públicos, em especial a montagem de procedimentos licitatórios e a venda de notas fiscais. Os crimes também incluem lavagem de dinheiro por meio de empresa fantasma.