06/07/2017

JUNIOR MATUTO JÁ MANDOU SUA TROPA ÀS RUAS

  Foto: Paulista Atualizado

Mesmo sabendo-se  que o dinheiro pode comprar decisões judiciais nos Tribunais Superiores, o prefeito do Paulista Júnior Matuto (PSB)não está muito confiante de sua vitória nessa instância, pois já colocou sua tropa nas ruas, pensando em uma possível Eleição Suplementar. 


No último sábado, foi visto passeando no mercado público de Paratibe, seu pupilo e presidente da Câmara de vereadores da cidade Fábio Barros. Já no domingo, quem marcou presença no mesmo local para um café da manhã com uma grande comitiva, foi sua esposa Andrea Matuta, ambos do PSB.

01/07/2017

O PTN PASSA A SER PODEMOS E FILIA HOJE, ANTÔNIO CAMPOS




O deputado Ricardo Teobaldo (Podemos) esteve reunido ontem (30), em Brasília, com o senador Álvaro Dias, a deputada federal, e presidente nacional do Podemos, Renata Abreu e o advogado e ex-candidato a prefeito de Olinda, Antônio Campos. Durante o encontro foram discutidos os detalhes da filiação de Campos, que acontece neste sábado em Brasília durante o lançamento nacional do partido. Na ocasião também será realizada a filiação dos senadores Álvaro Dias e Romário. O Podemos, que sucede o Partido Trabalhista Nacional (PTN), teve a troca de estatuto e de nome homologada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 16 de maio.
“A chegada de Antônio marca o novo momento para o Podemos. Estamos ampliando o partido no estado com a chegada de novos prefeitos, vereadores e lideranças, a exemplo de Antônio. Tudo isso concatenado com a nova cara do partido”, frisou o deputado federal, e presidente do Podemos em Pernambuco, Ricardo Teobaldo.
Outro ponto destacado por Teobaldo foi o novo momento para a legenda. “O Podemos surge num momento de grande dificuldade política onde é fundamental aproximar o estado, o poder público, das pessoas. Hoje, diante da crise de representatividade que assola o país, o Podemos surge com um DNA de coletividade, transparência, participação e democracia”, destacou Teobaldo.
O lançamento do Podemos acontece hoje (1), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. O Podemos, que sucede o Partido Trabalhista Nacional (PTN), teve a troca de estatuto e de nome homologada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 16 de maio.

Blog Ponto de Vista

29/06/2017

POR ABUSO DE PODER ECONÔMICO, PREFEITO DO PAULISTA TEM SEU MANDATO CASSADO MAIS UMA VEZ

Resultado de imagem para junior matuto e jorge carreiro

Nos termos da fundamentação supra, e tendo em vista a existência de provas suficientes, atestando irregularidades e omissões graves nas prestações de contas das Eleições de 2016, tais como utilização de verba não contabilizada, de forma sistemática, e em valores considerados, doação empresarial indireta de valores expressivos, doações realizadas com indícios de ausência   de capacidade econômica  e outras por servidores  diretamente ligados ao ente municipal , e ainda realização de despesas sem vinculação específica, restando caracterizado o abuso de poder econômico , o juiz Fernando Asfora  julga procedente o pedido do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), através de seu presidente Severino Ramos de Santana, declinado na exordial,   para determinar a perda dos diplomas  e consequente cassação dos mandatos  eletivos de Gilberto Alves Feitosa Junior  e Jorge Luiz Carreiro de Barros, respectivamente prefeito e vice-prefeito do município do Paulista e, ainda os declara inelegíveis pelo prazo de oito anos, da forma como previsto no artigo 1º , I, “d’ , da LC 64/90.




28/06/2017

Raquel Dodge é escolhida por Temer para assumir comando da PGR


            


Do Congresso em Foco
O presidente Michel Temer anunciou oficialmente o nome da subprocuradora-geral da República Raquel Dodge para suceder Rodrigo Janot no comando da Procuradoria-Geral da República (PGR). A escolha ocorreu nesta quarta-feira (28), 24 horas depois de os membros do Ministério Público Federal definirem a lista tríplice para a definição do novo ocupante do cargo.
Ao anunciar a decisão de Temer, o porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, destacou – em pronunciamento de apenas 20 segundos – que Dodge será a primeira mulher a chefiar o Ministério Público da União (MPU). Além do MPF, o MPU compreende o Ministério Público do Trabalho , o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios.

SINSEMPA PARTICIPARÁ DE GREVE GERAL

                              Resultado de imagem para greve geral dia 30 06                         

Na próxima sexta-feira (30), Centrais sindicais mobilizam sindicatos para parrticiparem da greve geral em protesto contra as reformas do governo federal que pretendem massacrar os trabalhadores. Em Pernambuco, vários sindicatos já confirmaram sua adesão.

Sindmetro-PE ,  Adufepe,  Adupe,  Sindicato dos Bancários, Simmepe, Sindesv-PE , Sinfarp, Simpro, Sinduprom-PE, Sindsprev, Sindlegis , Sindsaaf-PE , Sindfisco-PE , Sindsepre, Sintepe, Sinpere, Simpol, dentre outras.

Em Paulista, o sindicato dos servidores municipais da cidade, o Sinsempa, irá aderir à greve. Não fará mobilização na cidade mas, seguirá com toda sua diretoria e quem mais quiser participar, para a concentração que ocorrerá às 14h, na cidade do Recife.

26/06/2017

TEMER TENTA OBSTRUIR A LAVA JATO

O relatório final  do inquérito da Polícia Federal contra o presidente Michel Temer (PMDB) apontou que o peemedebista atuou para obstruir as investigações da Lava Jato. De acordo com o parecer, "ele incentivou a manutenção de pagamentos  ilegítimos a Eduardo Cunha, pelo empresário Joesley Batista, ao tempo que deixou de comunicar autoridades competentes de suposta corrupção da Magistratura Federal e do Ministério Público que lhe fora narrado pelo mesmo empresário". O documento  foi entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira (26).

23/06/2017

INQUÉRITO PARA INVESTIGAR MICHEL TEMER

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), abriu prazo  para a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestar  sobre o inquérito aberto para investigar o presidente Michel Temer, a partir das delações da JBS. A PGR terá prazo legal de cinco dias para decidir sobre eventual denúncia contra o presidente.